Quando parar a terapia?

      Cada paciente é único e, por isso, é praticamente impossível determinar qual a duração do tratamento. As terapias breves, indicadas para questões pontuais, como luto ou divórcio, costumam envolver um período que vai de três meses a um ano, mas o processo pode demorar mais do que o previsto.      São vários os motivos que levam alguém a desistir da terapia: falta de empatia com o profissional, fantasia de que em curto espaço de tempo o...

Leia mais

Atraio ao meu redor, o que é igual a mim

     Neste mundo tão apressado, repleto de informações, conhecemos novas pessoas e novas situações todo o tempo. Como reagimos com o mundo ao nosso redor?      Que gentileza gera gentileza, já sabemos. Mas nos colocamos no lugar do outro, diariamente? Consideração anda de mãos dadas com a compaixão. Se pudéssemos pedir a cada pessoa que encontramos, que ela nos contasse um fato que mudou sua vida, certamente...

Leia mais

Escolhas

Escolhas

Quando o assunto são ESCOLHAS, sempre me vem à cabeça o poema de Cecília Meireles: Ou isto ou aquilo Ou se tem chuva e não se tem sol, ou se tem sol e não se tem chuva! Ou se calça a luva e não se põe o anel, ou se põe o anel e não se calça a luva! Quem sobe nos ares não fica no chão, quem fica no chão não sobe nos ares. É uma grande pena que não se possa estar ao mesmo tempo nos dois lugares! Ou guardo o dinheiro e não compro o doce, ou compro...

Leia mais

Assim é se lhe parece

Assim é se lhe parece

Temos a tendência às vezes de acreditar em coisas que são mera ilusão. E perdemos horas, dias, até anos, achando que poderemos modificar esta ou aquela situação. Mais uma vez nos deparamos com a dificuldade de aceitar. Talvez porque um dos sinônimos de aceitar seja “conformar-se”. Não adianta chorar o leite derramado. Como diz uma grande amiga minha, “é o que é”. Para ilustrar este pequeno post, trouxe duas fotos de uma...

Leia mais